A Era da Inteligência Artificial nos Céus: O Primeiro Confronto entre Piloto Humano e IA em uma Dogfight

Publicado por: Feed News
24/04/2024 22:24:30
Exibições: 147
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela

Um Marco na Aeronáutica: Primeiro Encontro Real entre Caça IA e Piloto Humano

Pela primeira vez na história, testemunhamos um confronto entre um piloto humano e uma aeronave de combate controlada por inteligência artificial em uma "dogfight".

 

No âmbito do programa Air Combat Evolution (ACE) da DARPA, lançado em 2019 com o objetivo de integrar a inteligência artificial no combate aéreo, um caça militar X-62A autônomo, desenvolvido em colaboração entre a DARPA e a Força Aérea dos EUA, enfrentou um piloto humano em uma batalha aérea utilizando jatos reais.

 

X-62A,  apelidado também de VISTA ("Variable In-flight Simulator Test Aircraft"), é um avançado jato F-16 Fighting Falcon modificado, pilotado exclusivamente por inteligência artificial, sem qualquer intervenção humana direta.

 

Frank Kendall, Secretário da Força Aérea dos Estados Unidos, declarou que a equipe do X-62A demonstrou com sucesso a capacidade da autonomia baseada em aprendizado de máquina para realizar manobras de combate dinâmicas, cumprindo simultaneamente os mais rigorosos padrões de segurança e ética.

 

Embora os detalhes sobre o resultado do confronto não tenham sido divulgados, a equipe do ACE confirmou que a IA executou suas tarefas conforme esperado, sem a necessidade de intervenção humana para garantir a segurança.

 

Os benefícios potenciais de aeronaves controladas por inteligência artificial para as forças militares são vastos. Além de reduzir o risco de ferimentos e acidentes para os pilotos humanos, as IAs têm a capacidade de analisar grandes volumes de dados de forma extremamente rápida, possibilitando tomadas de decisão mais informadas em tempo hábil.

 

O Coronel James Valpiani, comandante da Escola de Pilotos de Teste da Força Aérea, observa que o sucesso da IA em um ambiente desafiador como uma dogfight poderia gerar confiança para sua aplicação em outras áreas igualmente complexas, porém menos perigosas.

 

Apesar de confrontos simulados anteriores terem demonstrado vitórias das aeronaves controladas por IA sobre pilotos humanos, a transição para o mundo real apresenta desafios únicos devido à complexidade da física real, um fenômeno conhecido como "gap sim-to-real".

 

Embora os detalhes sobre o vencedor do confronto entre o piloto humano e a IA não tenham sido revelados, permanece uma questão intrigante para os observadores especularem.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar