O futuro da IA: ChatGPT e o impacto na evolução profissional

Publicado por: Editor Feed News
27/02/2024 13:06:27
Exibições: 160
Cortesia Editorial Freepik
Cortesia Editorial Freepik

Desafios e oportunidades diante da ascensão da inteligência artificial

 

No horizonte do futuro, o Chatbot ChatGPT e suas contrapartes na evolução da Inteligência Artificial prometem transformar a dinâmica profissional, ameaçando desbancar profissões como programadores e jornalistas.

 

O Chatbot ChatGPT, apesar de sua curta existência, já reverbera intensamente na comunidade tecnológica. Especialistas alertam que avanços em IA, exemplificados pelo ChatGPT, podem representar uma ameaça significativa para certas profissões, especialmente aquelas de colarinho branco.

 

De acordo com especialistas do portal Business Insider, 10 profissões populares estão sob risco de extinção total ou parcial devido ao avanço das redes neurais. Entre as profissões listadas estão aquelas relacionadas a tecnologia (codificadores, programadores, engenheiros de software, analistas de dados), mídia (CEO, editores, jornalistas), setor jurídico (paralegais, assistentes jurídicos), marketing, ensino, finanças (analistas financeiros, consultores financeiros pessoais), comércio, design gráfico, contabilidade e equipes de suporte.

 

Embora uma previsão de 2013 da Universidade de Oxford indicasse que 47% dos empregos nos EUA poderiam ser perdidos nas próximas duas décadas devido à IA, um estudo recente da Goldman Sachs oferece uma perspectiva mais ponderada, indicando que a IA generativa poderia impactar até 300 milhões de trabalhadores globalmente, gerando "perturbações significativas" no mercado de trabalho.

 

Contudo, é importante notar que, apesar das especulações, a interação entre IA e empregos permanece complexa. Enquanto alguns argumentam que a IA pode ser uma aliada no ambiente de trabalho, outros destacam a necessidade de supervisão humana para evitar erros e preconceitos.

 

O ChatGPT, como protagonista nesse cenário, ganhou notoriedade por sua capacidade única de responder a perguntas complexas, criar prosa, poesia e código de computador sob comando. Sua ascensão ao topo do TikTok em termos de taxa de crescimento apenas reforçou sua relevância e impacto.

 

No entanto, essa popularidade não vem sem controvérsias. Empresas já relatam substituição de funcionários por assistentes de IA, enquanto a Clarkesworld, uma renomada publicação online, suspendeu a aceitação de novos envios de autores devido à influência do ChatGPT.

 

Enquanto Elon Musk e líderes da IA pedem uma pausa no treinamento de redes neurais superiores ao GPT-4, argumentando que só deveriam ser desenvolvidos quando houver confiança em resultados positivos e riscos gerenciáveis, a evolução continua. Em meados de março, o ChatGPT foi atualizado para o modelo de linguagem GPT-4, conferindo-lhe a habilidade de compreender não apenas texto, mas também reconhecer imagens e até explicar o significado de memes. O GPT-5, previsto para lançamento ainda este ano, promete levar a IA a patamares nunca antes alcançados.

 

Mike N.

Conteudista da The Mobile Television Network

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar