Os EUA declararam um alto risco de propagação do conflito no Oriente Médio

Publicado por: Feed News
30/10/2023 21:00:00
Exibições: 146
Imagem: Fontes abertas
Imagem: Fontes abertas

Grupos apoiados pelo Irã continuam a atacar tropas americanas

 

Os EUA vêem um altissímo risco  de conflito no Médio Oriente, à medida que grupos apoiados pelo Irã continuam a atacar as tropas norte-americanas estacionadas na região. Isto foi afirmado por Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional do presidente dos EUA, rconfirmado pela CNN .

 

“Não estamos perdendo a nossa vigilância porque vemos ameaças crescentes às nossas tropas em toda a região e um risco aumentado deste conflito se espalhar para outras partes da região. Estamos fazendo tudo o que podemos para conter e evitar que isso aconteça”, disse Sullivan.

 

Segundo a publicação, na semana passada os EUA realizaram ataques aéreos contra dois alvos ligados a grupos armados apoiados pelo Irã no leste da Síria, na sequência de uma série de ataques com mísseis e drones contra as forças norte-americanas na região.

 

De acordo com estimativas dos EUA, os ataques aéreos a instalações associadas ao Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã e a grupos próximos não resultaram em vítimas.

 

Questionado por um repórter da ABC sobre os ataques dos EUA contra as forças apoiadas pelo Irã na região, Sullivan disse: Se os ataques continuarem, vamos responder.

 

“É claro que estamos tomando todas as medidas necessárias para proteger as nossas forças, aumentar a nossa vigilância e cooperar com outros países da região para tentar evitar que este conflito que está acontecendo em Israel e Gaza se transforme num conflito regional”, enfatizou Sullivan.

.

No entanto, segundo ele, “o risco é real e, portanto, a vigilância é elevada”, e as medidas tomadas pelos Estados Unidos para contê-lo e preveni-lo são “sérias, sistemáticas e contínuas”.

 

Lembramos que ontem o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou que  a segunda fase da  guerra de Israel contra o Hamas já começou. Forças terrestres adicionais foram enviadas para a Faixa de Gaza.

 

Também foi relatado que Israel  está a expandir a área de operações terrestres  na Faixa de Gaza com infantaria e veículos blindados e com o apoio de ataques aéreos e marítimos massivos, incluindo o bombardeamento de túneis terroristas do Hamas. 

 

Para sua informação, em 28 de outubro, as FDI atacaram mais de 450 instalações militares do Hamas. 

 

Com informações Glavcom

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar