Militar bielorrusso anunciou uma possível invasão da Lituânia

Publicado por: Feed News
29/10/2023 10:05:48
Exibições: 181
Pavlo Muraveyko foto: Vayar
Pavlo Muraveyko foto: Vayar

O militar ameaça a Lituânia por causa da proibição do trânsito de mercadorias bielorrussas

 

O Vice-Secretário de Estado do Conselho de Segurança da Bielorrússia, Pavlo Muraveyko, disse que o seu país tem todos os motivos para "cortar um corredor de trânsito através da Lituânia". Ele disse isto durante um “seminário ideológico” em Minsk, conforme noticiado pela publicação independente bielorrussa “Zerkalo” com referência à edição de 24 de outubro do jornal “Vecherny Minsk”.

“Temos todos os motivos para cortar um corredor de trânsito através da Lituânia”, disse Muravejko.



Segundo o responsável bielorrusso, mesmo sob condições de sanções, “a Bielorrússia consegue desenvolver-se”, mas a proibição do trânsito de mercadorias e produtos petrolíferos através do território da Lituânia, que foi introduzida pelo país báltico, na sua opinião, é uma razão para agressão militar.

 

"A Lituânia proibiu-nos de transportar os nossos produtos através da fronteira. De acordo com todas as normas do direito internacional, tal medida diz respeito à agressão económica. Do ponto de vista da lógica banal, temos todos os motivos para cortar pela força das armas um corredor de vital importância para nós", disse o representante do Conselho de Segurança da Bielorrússia.



Ao mesmo tempo, Muraveyko acrescentou que a Bielorrússia não fará isso devido à “pressão sem precedentes do Ocidente”.

 

Note-se que, em Fevereiro de 2022, a Lituânia proibiu o trânsito de mercadorias através do seu território para a região de Kaliningrado, na Rússia, através do chamado corredor Suvalki (um troço da fronteira entre a Lituânia e a Polónia com 100 km de largura, que faz fronteira com a região de Kaliningrado do Federação Russa a oeste e Bielorrússia a leste), bem como trânsito e transbordo de fertilizantes bielorrussos em portos lituanos. Um ano antes, a Lituânia também proibiu o trânsito e o transbordo de produtos petrolíferos da Bielorrússia.


Lembramos que a Lituânia, a Letónia e a Polónia estão realizando exercícios regionais , no âmbito dos quais serão elaborados algoritmos acordados para o encerramento das fronteiras com a Bielorrússia.
Porém há um importante detalhe que talvez não valha a pena tal incursão por Belarus: a Letonia é membro da Aliança do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a aliança militar do Ocidente, que prevê, em seu estatuto, a defesa de todos os sócios em caso de ataque de um terceiro país. Por esse entendimento, os Estados Unidos, que fazem parte do bloco, poderiam atacar a Bielorússia.

 

Com informações do Glavcom

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar