Biden diz que integridade territorial dos países deve ser defendida coletivamente

Publicado por: Feed News
20/09/2023 11:37:46
Exibições: 115
ONU/Cia Pak O presidente dos EUA, Joseph Biden, discursa no debate geral da 78ª sessão da Assembleia Geral
ONU/Cia Pak O presidente dos EUA, Joseph Biden, discursa no debate geral da 78ª sessão da Assembleia Geral

Em discurso nesta terça-feira, o presidente dos Estados Unidos afirmou que defender a soberania da Ucrânia é um investimento no futuro de todos os países; ele pediu a atualização das instituições globais e o compromisso de financiamento climático.

 

Em seu discurso na Assembleia Geral, nesta terça-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joseph Biden, disse que a integridade territorial e os direitos humanos que constituem a base da ONU devem ser defendidos coletivamente.

 

No entanto, o líder americano disse que, pelo segundo ano consecutivo, o debate anual na Assembleia Geral da ONU é “obscurecido pela sombra da guerra.”

Futuro da Ucrânia
Biden afirmou que “apenas a Rússia tem a responsabilidade por esta guerra e tem o poder de acabar com ela imediatamente.”

 

Ele ressaltou que os EUA, juntamente com os seus aliados e parceiros em todo o mundo, continuarão a apoiar a Ucrânia na defesa da sua soberania e integridade territorial.

 

Para Biden, este “não é apenas um investimento no futuro da Ucrânia, mas em todos os países.”

Falando sobre processos de reconciliação após conflitos, o líder norte-americano disse que “quando escolhemos permanecer juntos, temos em nossas mãos o poder de dobrar o arco da história.”

 

Relevância da ONU
Ele destacou que para enfrentar os novos desafios, as antigas instituições devem ser atualizadas, trazendo liderança de regiões que nem sempre foram incluídas para abordar questões como a reforma do Conselho de Segurança e o investimento nos países em desenvolvimento.

 

Biden disse que a ONU deve continuar preservando a paz, prevenindo conflitos e gerir os benefícios e desafios das tecnologias emergentes, incluindo a inteligência artificial.

 

Comentando as relações dos EUA com a China, o presidente americano disse que Washington procura “gerir de forma responsável” a concorrência bilateral “para que não se transforme em conflito.”

 

Mais investimentos no clima
Biden considera que crise climática necessita de “atenção crítica”, apontando para as trágicas inundações na Líbia, juntamente com secas e dilúvios históricos, numa altura em que o mundo ainda depende dos combustíveis fósseis.

 

Segundo ele, este ano, o mundo está no caminho certo para cumprir o compromisso de financiamento climático feito no âmbito do Acordo de Paris, o que implica num valor de U$ 100 bilhões anuais a serem captados coletivamente.

 

Ainda assim, o presidente dos EUA disse que é necessário “mais investimento no setor público e privado, especialmente em locais que contribuíram tão pouco às emissões globais.”

Com informações oficiais na íntegra da ONU

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar