Um país anônimo comprou 50 tanques Leopard para Ucrânia

Publicado por: Editor Feed News
12/08/2023 18:07:51
Exibições: 190
Markus Rauchenberger, U.S. Army Europe / Wikipedia
Markus Rauchenberger, U.S. Army Europe / Wikipedia

O exército ucraniano recebeu tanques Leopard 1 que eram utilizadas pelo exército belga. Mas não foi a Bélgica que os enviou.

 

50 tanques Leopard 1 partiram da Bélgica rumo à Ucrânia, na segunda-feira. Business AM revela que os tanques saíram para a Alemanha, passando depois para a Itália e seguindo mais tarde para a Ucrânia.

Mas a rádio belga salienta um fato: não foi a Bélgica que enviou os Leopard 1 para solo ucraniano. Os 50 tanques, que eram utilizados pelo exército belga, estavam em stock na empresa OIP Land Systems, em Tournai, que os restaurou e vendeu.

 

Governo belga nunca demonstrou interesse nestes veículos – que já foram retirados há alguns anos da frota oficial da Bélgica. Todos os veículos mais pesados foram substituídos por veículos blindados mais leves – e mais baratos.

 

Agora seguem para a Bélgica, mas não estão, e nunca estiveram, na lista oficial de equipamentos fornecidos pela Bélgica à Ucrânia. Custaria muito dinheiro colocá-los no ativo, explica a ministra da Defesa da Bélgica.

 

Estima-se que cada tanque custe 500 mil euros. Mas o Governo belga vendeu à OIP Systems por 15 mil euros cada; um preço muito baixo porque não havia hangares suficientes para armazenar todos os equipamentos desativados. O Governo teve de “despachar” os tanques.

 

Outro país avançou, comprou os agora renovados tanques Leopard 1 e enviou para a Ucrânia, equipados com novos sistemas de armas ao longo do caminho.

Não se sabe qual foi o país que comprou as viaturas.

 

A Bélgica ainda tem mais material de guerra guardado, que pode ser útil para a Ucrânia. Na lista estão 40 tanques anti-aéreos Gepard, que estão em armazém, parados. Mas são demasiados velhos para voltarem ao terreno. “Já tentámos de tudo”, indicou fonte do ministério da Defesa.

 

Com informações do Planeta ZAP (PT)

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar