Você já ouviu falar em rinoplastia pós-traumática? | TVCARUARU.com The Mobile Television Network

Procedimento é adotado quando o trauma é profundo e causa deformidades ou prejuízo na respiração    O nariz é uma parte muito sensível do rosto, por isso, qualquer acidente com carro ou moto, agressões físicas, traumas sofridos durante a prática esport...

justiça, direito, despejo, tribunais

Você já ouviu falar em rinoplastia pós-traumática?

Publicado por: Redação
10/12/2021 11:33:07
Cortesia editorial Pexels
Cortesia editorial Pexels

Procedimento é adotado quando o trauma é profundo e causa deformidades ou prejuízo na respiração

 

 O nariz é uma parte muito sensível do rosto, por isso, qualquer acidente com carro ou moto, agressões físicas, traumas sofridos durante a prática esportiva e inúmeras situações cotidianas podem causar uma fratura nasal. Se o trauma for muito profundo, uma rinoplastia pós-traumática pode ser recomendada.

 

Esse procedimento também é conhecido como rinoplastia reconstrutiva e é indicado quando a lesão impacta no formato ou função do nariz, causando deformidades ou prejuízo na respiração.

 

"Essa é a principal diferença para a rinoplastia estética, pois o especialista não precisa lidar com distúrbios funcionais, corrigindo apenas o que incomoda o paciente”, explicou o otorrinolaringologista da Clínica Dolci em São Paulo e professor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Dr. Eduardo Landini Lutaif Dolci.

 

Quando uma pessoa sofre uma lesão, o especialista irá fazer o diagnóstico por meio do exame clínico e de imagem. A cavidade nasal também será avaliada para identificar possíveis obstruções, desvios do septo e sangramentos ativos.

 

“Uma vez identificado o tipo de fratura, o especialista irá determinar o procedimento, que pode envolver mais de uma questão, como rinoplastia e septoplastia”, concluiu o otorrinolaringologista.

 

A rinoplastia pós-traumática é feita dias após a lesão, porém, em alguns casos, a cirurgia corretiva pode ser feita depois de anos. Isso acontece quando a respiração é comprometida ou a aparência incomoda o paciente. 

 

Sobre o especialista: Dr. Eduardo Landini Lutaif Dolci é sócio da Clínica Dolci  Otorrinolaringologia e Cirurgia Estética Facial, em São Paulo; Professor Instrutor de Ensino do Departamento de Otorrinolaringologia da Santa Casa de São Paulo; Membro titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial; Membro eleito da Comissão de Residência e Treinamento da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial; Membro titular da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados

Comentários