Mastigar gelo faz mal aos dentes? Sim, e há vários perigos | TVCARUARU.com Mobile Television Network

Mastigar ou trincar cubos de gelos é um pequeno prazer que muitas pessoas têm. No entanto, este hábito não é aconselhado pelos especialistas.     Para muitos, trincar gelo depois de terminar de beber um refri...

gelo, bebida, mastigar, dentes, odontologia

Mastigar gelo faz mal aos dentes? Sim, e há vários perigos

Publicado por: Redação
29/10/2021 13:17:31

Mastigar ou trincar cubos de gelos é um pequeno prazer que muitas pessoas têm. No entanto, este hábito não é aconselhado pelos especialistas.

 
 

Para muitos, trincar gelo depois de terminar de beber um refrigerante ou um cocktail é um pequeno momento de prazer, sendo que para algumas pessoas é até visto como uma forma de aliviar o stresse.

 

Contudo, este é hábito pode ser perigoso para a saúde dentária.

De acordo com os especialistas, trincar gelo é muito prejudicial e, a longo prazo, pode trazer graves problemas, uma vez que este hábito pode causar pequenas rachas no esmalte dos dentes, o que pode aumentar a sensibilidade a alimentos quentes e frios.

 

Num cenário pior, o fato de uma pessoa  mastigar gelo pode fazer com que um dos dentes se parta, o que o torna muito mais suscetível a  uma cárie. Isto porque os ácidos produzidos por bactérias podem penetrar na camada mais macia do dente, a dentina, com muito mais facilidade e causar as não desejadas cáries.

 

No caso das pessoas que têm obturações, coroas ou usam aparelho, mastigar gelo faz com que se tornem mais vulneráveis a danos nos dentes.

 

Dependendo da gravidade do problema, nestas situações, a restauração do dente pode exigir desde uma simples obturação a um canal radicular – um procedimento mais complexo que requer anestesia.

 

Como abandonar este hábito?

Segundo os especialistas, existem várias formas de abandonar este hábito.

Um dos conselhos é começar por derreter os cubos de gelo na boca, em vez de mastigar. Assim, a sensação refrescante vai durar mais tempo e não há consequências para os dentes ou gengivas.

 

Uma outra opção passa é parar de consumir gelo, orienta Matthew Cooke, professor de Odontopediatria e Anestesiologia na University of Pittsburgh Health Sciences. Ou seja, se este não está presente no copo, também não haverá a tentação de mastigar no final ao consumir a bebida. Esta é também uma forma de evitar o contacto com as bactérias que podem estar presentes nas máquinas de gelo.

 

Os especialistas apontam ainda como a solução, a substituição dos cubos regulares por tipos mais macios de gelo, como é o caso do quebrado.

 

Para quem é mesmo viciado em mastigar os cubos, é possível optar por outros alimentos que podem oferecer a mesma sensação satisfatória. Os especialistas dizem para comer algo mais saudável como é o caso de cenouras cruas, maçãs fatiadas ou outras frutas e vegetais crocantes. Esses alimentos podem satisfazer o desejo de mastigar, ao mesmo tempo que estimulam o fluxo de saliva – o que protege a boca.

 

Quando nenhuma das opções apresentadas for capaz de ajudar a parar de mastigar gelo, podem ser necessárias mudanças na dieta ou um suplemento de ferro, já que, em alguns casos, mastigar ou triturar gelo pode resultar numa deficiência de ferro – uma condição chamada pagofagia.

 

Originalmente Publicado por: Planeta  ZAP // The Conversation

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários