Digital House está com inscrições abertas para curso inovador na área de TI | TVCARUARU.com 100% Internet

O Certified Tech Developer permite formação certificada pelas principais empresas de tecnologia mundiais Estão abertas as inscrições para o Certified Tech Developer: um curso de programação criado pela D...

tecnologia, cursos, tecnologia, ti

Digital House está com inscrições abertas para curso inovador na área de TI

Publicado por: Redação
12/09/2021 14:03:38
Cortesia Pixabay
Cortesia Pixabay

O Certified Tech Developer permite formação certificada pelas principais empresas de tecnologia mundiais

Estão abertas as inscrições para o Certified Tech Developer: um curso de programação criado pela Digital House com o objetivo de formar jovens que acabaram de concluir o ensino médio nas principais linguagens de programação demandadas pelo mercado. O curso foi criado em parceria com o Mercado Livre e Globant, duas gigantes na área de tecnologia na América Latina e que demandam muito por esse tipo de talento.

O Certified Tech Developer foi desenvolvido a partir da crescente demanda do mercado por profissionais qualificados na área da programação. Nos próximos cinco anos, o setor de Tecnologia abrirá 9 milhões de novos postos de trabalho no Brasil. Destes, pelo menos 6,3 milhões são para desenvolvedores de softwares, segundo os dados do Microsoft CELA Data Science e Analytics. Outro levantamento, realizado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), mostra que o setor foi responsável pela contratação de 69 mil profissionais, apenas entre janeiro e abril de 2021. “O curso foi desenvolvido para que o aluno adquira todos os conhecimentos técnicos necessários para sua inserção no mercado da indústria tecnológica”, explica Sebastian Mackinlay, CEO da Digital House Brasil.

A formação tem foco na atividade prática. O Certified Tech Developer é um Tech Degree, que é baseado em um conceito acadêmico centrado em metodologias ágeis para programação, conhecimento técnico e outras habilidades exigidas na profissão de desenvolvedor ou programador. Entre seus tópicos estão: Fundamentos Digitais, Front-end, Back-end, Infraestrutura, Qualidade, Banco de Dados e Soft Skills Trainings. Outro diferencial é a metodologia da sala de aula invertida, em que o aluno utiliza o período em aula para os exercícios práticos e o tempo em que está fora da sala para se aprofundar nas matérias mais teóricas. 

A ideia é que o profissional recém-formado seja rapidamente absorvido pelo mercado de trabalho com remunerações atraentes. E sem a necessidade de ter concluído um curso superior na área. “A proposta é que, ao final da primeira etapa, o aluno tenha conhecimentos suficientes para ingressar imediatamente na área, podendo se inserir nas empresas mais disruptivas do mundo, com um salário compatível com o que é oferecido no mercado”, destaca o CEO da Digital House Brasil. 

O Certified Tech Developer será oferecido em duas modalidades: noturna e integral. Na noturna, cujas aulas têm início em 18 de outubro, a duração do curso é de dois anos e nove meses e as aulas acontecem de segunda a sexta-feira, das 19h às 23h. Já na modalidade integral, a duração é de dois anos e as aulas da próxima turma terão início em fevereiro do próximo ano. 

Cenário da tecnologia no Brasil - Ainda segundo informações da Brasscom, apesar da alta demanda por talentos na área de tecnologia, as organizações têm dificuldade para selecionar profissionais qualificados em desenvolvimento e programação. Atualmente, o Brasil forma cerca de 46 mil profissionais de Tecnologia da Informação (TI) anualmente, enquanto a demanda do mercado é de cerca de 70 mil talentos. Até 2024, segundo estimativas da entidade, a busca por este perfil profissional deve aumentar mais de 800%. Um dos principais motivos para a falta de profissionais deve-se ao fato de que, muitas vezes, as pessoas não têm condições financeiras para arcar com os custos de um curso na área de Tecnologia. 

Com o objetivo de oferecer solução tanto para a escassez de talentos qualificados quanto para a dificuldade que as pessoas têm de pagar por um curso na área de Tecnologia, a Digital House, foi buscar parcerias que viabilizassem para o aluno a possibilidade de financiar o curso. Uma dessas parcerias foi firmada com a fintech Provi, para disponibilizar aos alunos que optarem pela modalidade integral, a contratação do ISA (Income Share Agreement) que, na tradução para o português, significa contrato de compartilhamento de renda. Na prática, o ISA é um modelo de crédito em que o aluno estuda agora, se forma, e só paga quando conseguir um trabalho com uma boa remuneração, comprometendo apenas parte da renda.

Aqueles que optarem por fazer o curso na modalidade noturna, contam com diversas outras possibilidades de financiamento oferecidas pela instituição.

Serviço
Curso: Certified Tech Developer
Inscrições abertas
Site: https://www.digitalhouse.com/br/acoes/certified-tech-developer

Sobre a Digital House

Fundada em 2015, a Digital House é uma instituição educacional, cuja missão é transformar as vidas das pessoas por meio da formação em disciplinas digitais. Com alunos em todo o Brasil e na América Latina, a DH é a comunidade de educação referência na região.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários