Uma maçã tem 100 milhões de bactérias (e não é onde se pensa) | TVCARUARU.com Para Dispositivos Móveis

Uma só maçã tem cerca de cem milhões de bactérias que podem ser benéficas mas, ao contrário do que se possa imaginar, a maioria não se encontra na casca, mas sim nas suas sementes.   Assim, de acordo com um novo estudo publicado na revista Frontiers in...

noticias, artigos, notas, releases, pautas, tv, acontecimentos, fatos, reportagens

Uma maçã tem 100 milhões de bactérias (e não é onde se pensa)

Publicado por: Redação
25/07/2019 16:24:28
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Uma só maçã tem cerca de cem milhões de bactérias que podem ser benéficas mas, ao contrário do que se possa imaginar, a maioria não se encontra na casca, mas sim nas suas sementes.

 

Assim, de acordo com um novo estudo publicado na revista Frontiers in Microbiology, para se obter o máximo benefício desta fruta, é necessário comer a peça inteira. Além disso, recorda o artigo, o melhor será escolher uma maçã orgânica.

 

“As bactérias, fungos e vírus na nossa comida colonizam temporariamente os nossos intestinos”, disse o principal autor do estudo, Gabriele Berg, professor da Universidade de Tecnologia de Graz, na Áustria, citado pela ABC. “Cozinhar mata mais, frutas e vegetais crus são fontes particularmente importantes por causa dos micróbios intestinais”.

 

A equipe de Berg analisou o microbioma do que é uma das frutas favoritas do mundo. “Em 2018, 83 milhões de maçãs foram cultivadas e a produção continua a aumentar”, referiu o investigador. “Mas, apesar de estudos recentes terem analisado o seu conteúdo fúngico, pouco se sabe sobre bactérias em maçãs.”

 

Os cientistas compararam as bactérias das maçãs convencionais compradas em loja com as orgânicas frescas. O caule, a pele, a carne, as sementes e o cálice, o pequeno pedaço no fundo onde a flor costumava ser, foram analisados separadamente.

 

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas

 

Em geral, maçãs orgânicas e convencionais estavam ocupadas por um número semelhante de bactérias. “Ao recolher as médias de cada componente da maçã, estimamos que uma maçã típica de 240 gramas contém aproximadamente 100 milhões de bactérias“, relata Berg.

 

A maioria é encontrada nas sementes. Por isso, se não se comer as sementes, a ingestão de bactérias cai para cerca de 10 milhões.

 

Segundo os investigadores, as maçãs orgânicas abrigam uma comunidade bacteriana mais diversificada e equilibrada, o que poderia torná-las mais saudáveis e saborosas do que as maçãs convencionais, além de melhores para o meio ambiente.

 

“Estudos anteriores relataram uma correlação negativa entre a abundância de patógenos humanos e a diversidade microbiana de produtos frescos”, disse Berg. Grupos específicos de bactérias conhecidos por poderem afetar a saúde também pesaram em favor de maçãs orgânicas.

 

Escherichia-Shigella, um grupo de bactérias que inclui patógenos conhecidos, foi encontrado na maioria das amostras de maçãs convencionais, mas não em maçãs orgânicas. Para os Lactobacilli benéficos aconteceu o oposto“.

 

Além disso, “metilbactérias, conhecidas por melhorar a biossíntese de compostos com sabor a morango, foram significativamente mais abundantes em maçãs orgânicas, especialmente em amostras de casca e conteúdo, que em geral tinham uma microbiota mais diversa do que sementes, caule ou cálice”.

 

Os resultados refletem descobertas anteriores sobre comunidades de fungos em maçãs. Os estudos mostram que, através de bactérias e fungos, o microbioma da maçã é mais diversificado em frutas cultivadas organicamente.

 

Fonte: ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas

Vídeos relacionados