Ipem e Procon recolhem balanças e descartam queijos nos mercados de Prazeres e São José | TVCARUARU.com Televisão via Internet

Procon e Ipem apreendem balanças   A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, através do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/PE) e Procon/PE, realizaram fiscalizações nos mercados de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, e de São José, centro do Recife...

consumidor, direitos, troca, vendas, reclamação, queixas, devolução, identificação, revista

Ipem e Procon recolhem balanças e descartam queijos nos mercados de Prazeres e São José

Publicado por: Redação
05/04/2019 12:13:27
Fotos: Ray Evllyn/SJDH
Fotos: Ray Evllyn/SJDH

Procon e Ipem apreendem balanças

 

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, através do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/PE) e Procon/PE, realizaram fiscalizações nos mercados de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, e de São José, centro do Recife. A ação teve o objetivo de combater as violações do Código de Defesa do Consumidor e assegurar o direito à informação nas relações de consumo e, pelo Ipem, o intuito foi garantir a segurança do consumidor na hora da compra para não ser lesado por erro de medição na balança. Ver Video 

Nos mercados, os fiscais do Instituto apreenderam 35 balanças por não apresentarem a portaria de aprovação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), ou seja, os equipamentos não garantiam a segurança na pesagem. Já a equipe do Procon descartou cerca de dez barras de queijos que estavam vencidas e recolheu manteigas que seriam vendidas à granel, sem  as informações de data de validade e/ou vencimento. Nesse último caso, o comerciante ficou como o fiel depositário dos produtos e foi feito um relatório. O órgão também fez um trabalho educativo.

 

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, acompanhou a ação e alertou para as irregularidades que também existem nos mercados. “Muitas vezes as pessoas acham que numa feira, num mercado, não acontecem irregularidades, mas, infelizmente, encontramos balanças adulteradas, produtos vencidos e tudo isso coloca em risco a saúde da população e o consumidor não sabe se está pagando pelo que comprou”, elencou. Participaram também a secretária-executiva de Justiça e Promoção dos Direitos do Consumidor, Mariana Pontual, além de gerentes e coordenador do Procon e do Ipem.  

 

DENÚNCIAS:

IPEM - 0800 081 1526
PROCON – 0800 282 1512

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas