Reeducandos iniciam trabalho na Prefeitura de Caruaru | TVCARUARU.com Televisão para Dispositivos Móveis

Eles estão distribuídos nas Secretarias de Serviços Públicos, de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e na Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte, no apoio às ciclovias.   Um grupo de 42 reeducandos do regime aberto e livramento condicional,...

reeducandos, sjdh, pernambuco

Reeducandos iniciam trabalho na Prefeitura de Caruaru

Publicado por: Redação
04/05/2018 22:47:56
SJDH/Divulgação
SJDH/Divulgação

Eles estão distribuídos nas Secretarias de Serviços Públicos, de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e na Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte, no apoio às ciclovias.

 

Um grupo de 42 reeducandos do regime aberto e livramento condicional, atendidos pelo Patronato Penitenciário, começou a trabalhar nesta quarta-feira, 02, nas Secretarias de Serviços Públicos, na de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, e na Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transporte (Destra), em Caruaru, no agreste.   

 

Nos Serviços Públicos eles vão atuar na capinação, varrição das ruas, pintura de meio fio e conservação das praças; na Secretaria de Desenvolvimento Social, farão serviços de pedreiro, eletricista e encanador; e na Destra ajudarão na área de limpeza da autarquia, serviços gerais, além de trabalharem como motorista e auxiliarem na sinalização do trânsito nas ciclovias. Todos receberam capacitação na Associação Caruaruense de Ensino Superior (ASCES). 

 

Pelos serviços cada um receberá um salário mínimo (R$ 954,00), vale transporte e alimentação. O convênio de empregabilidade foi assinado pelo governo de Pernambuco, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e Patronato Penitenciário com a Prefeitura de Caruaru.

 

O acordo é para absorção de 100 reeducandos, e nesta primeira etapa serão contemplados 42. O setor de empregabilidade do Patronato Penitenciário mantém parceria com 10 empresas públicas e oito privadas para reinserção desse público no mercado de trabalho na RMR e interior. A economia com a contratação de reeducandos fica em torno de 40% nos encargos trabalhistas, pois eles não são regidos pela CLT, e sim pela Lei de Execuções Penais

 

Fonte: SJDH PE

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas