Piscicultura pernambucana abastecem os mercados de peixe para a Semana Santa | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Será publicado nesta sexta-feira (23.03) o edital de licitação para a conclusão da barragem de Panelas II, localizada no município de Cupira, Agreste de Pernambuco. A obra é parte do sistema integrado de monitoramento de enchentes da Bacia do Una que v...

pernambuco, administração, previdência, piscicultura, prorural, vida, lei, incentivos, fisco, senai, sebrae

Piscicultura pernambucana abastecem os mercados de peixe para a Semana Santa

Publicado por: Redação
26/03/2018 08:59:51
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Foi publicado nesta sexta-feira (23.03) o edital de licitação para a conclusão da barragem de Panelas II, localizada no município de Cupira, Agreste de Pernambuco. A obra é parte do sistema integrado de monitoramento de enchentes da Bacia do Una que visa o controle de cheias e inundações nos municípios de Belém de Maria, Catende e Palmares, além de auxiliar no reforço do abastecimento dos municípios de Cupira, Lagoa dos Gatos e Panelas, beneficiando cerca de 117mil pernambucanos. 

 

A obra da barragem de Panelas II irá reforçar a segurança hídrica do Agreste, complementando os benefícios da barragem Governador Eduardo Campos - Serro Azul, concluída no Governo Paulo Câmara e localizada no município de Palmares,  que foi de fundamental importância durante as recentes chuvas na região. O equipamento chegou a acumular um volume de 160 milhões de m³, e tem capacidade de 303 milhões de metros cúbicos de água.

 

“Com recursos já garantidos, através de emenda da bancada parlamentar pernambucana, e convênio com o Ministério da Integração e contrapartida do Governo Estadual, será publicado o edital de licitação para conclusão dessa obra tão importante para a segurança hídrica da região”, afirmou o governador Paulo Câmara.

 

Segundo o secretário executivo de Recursos Hídricos, Guilherme Rocha, a barragem já tem 50% das obras executados. “Panelas II terá capacidade de acumulação total de 22 milhões de metros cúbicos de água e investimento de R$ 39 milhões, com prazo de execução de 15 meses”, comentou Rocha.

 

Após as enchentes de 2017, o Governo de Pernambuco precisou fazer a readequação do projeto devido aos danos causados na estrutura física da barragem, e consequentemente a relicitação da obra.

 

O Governo do Estado está realizando o levantamento do remanescente e  a atualização dos custos de projetos para construção de mais três barragens na Mata Sul, paralisadas por falta de repasses federais: Barra de Guabiraba, Igarapeba e Gatos.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas