Mãe que não se importou com os estudos da filha foi condenada | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

A 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF manteve a condenação de uma mãe que deixou de prover, à filha, o direito de estudar. O crime é tipificado como abandono intelectual e está previsto no artigo 246, caput, do Código Penal, com pena previst...

educação, corrupção, desvio, verbas, estudantes, analfabetismo, abandono, cidadania

Mãe que não se importou com os estudos da filha foi condenada

Publicado por: TVCARUARU
29/08/2017 21:35:33

A 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF manteve a condenação de uma mãe que deixou de prover, à filha, o direito de estudar. O crime é tipificado como abandono intelectual e está previsto no artigo 246, caput, do Código Penal, com pena prevista de 15 dias a 1 mês de detenção, ou multa. No Brasil, o ensino é obrigatório entre 4 e 17 anos.

 

Consta da ação ajuizada pelo MPDFT que, no período de janeiro de 2014 até junho de 2015, a mãe da adolescente de 12 anos deixou de prover a instrução primária da filha, sem nenhuma justa causa. A denúncia foi confirmada em depoimentos prestados pelo pai e pela tia da criança.

 

Apesar de citada e intimada, a mãe não compareceu aos atos processuais e foi julgada à revelia. A juíza do 1º Juizado Especial Cível e Criminal de Sobradinho a condenou a 15 dias de detenção, em regime aberto, pena restritiva de liberdade que deverá, segundo a sentença, ser substituída por outra restritiva de direito, conforme preconiza o artigo 44 do Código Penal.

 

A defensoria pública, que representou a denunciada, recorreu da sentença. No entanto, a Turma Recursal manteve a condenação, à unanimidade. De acordo com os desembargadores, “não é razoável supor que a mãe não tenha a plena noção de que é proibido deixar de prover, sem justa causa, a instrução primária dos seus filhos em idade escolar”.

 

As penas restritivas de direito deverão ser aplicadas pelo juiz da Vara de Execuções Penais.

 

Não cabe mais recurso.

 

Processo: 2015.06.1.005922-5

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar