Santander divulga agenda de shows no Museu do Estado de Pernambuco, em julho | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Recife, 26/07 – Da assessoria, por Mariele Salgado Duran - Durante o mês das férias escolares, o Santander apresenta uma programação com diversos estilos musicais no MEPE. O sueco Adam Evald, com sua mistura que combina melodias pop com pitadas de músi...

show, festa, eventos, cantor

Santander divulga agenda de shows no Museu do Estado de Pernambuco, em julho

Publicado por: TVCARUARU
28/06/2017 15:44:10

Recife, 26/07 – Da assessoria, por Mariele Salgado Duran - Durante o mês das férias escolares, o Santander apresenta uma programação com diversos estilos musicais no MEPE. O sueco Adam Evald, com sua mistura que combina melodias pop com pitadas de música clássica, abre o programa, dia 1º. Na semana seguinte, dia 8, Renato Bandeira (guitarra, violão e viola de 10 cordas), Augusto Silva (bateria), Hélio Silva (baixo) e Júlio César (acordeon), realizam o show Renato Bandeira e Som de MadeiraVitor Brauer e Jonathan Tadeu performam espetáculo intimista, apenas com guitarra e violão, dia 15. Filho de Eddie Bean, Terry Harmonica Bean canta seu poderoso blues, dia 22. Felipe S. mostra seu mais recente trabalho, Cabeça de Felipe, dia 29.

 

A Suécia tem se caracterizado, nos últimos anos, em trazer muitas novidades para a música mundial e Adam Evald, músico de chamber pop, é uma destas gratas surpresas. O subgênero alternativo é uma espécie de pop com abordagem um pouco mais densa, que traz elementos da música erudita ao rock. O artista, que canta e toca teclado, divide o palco do MEPE com Caroline Karpinska no violino. Seu pop se mistura ao toque da música clássica em melodias tão claras quanto suas letras, criando um mapa aberto de emoções.

 

Desde sua estreia em 2012, Adam já rodou o mundo em turnê. Passando por mais de 30 países, incluindo Rússia, Índia e Japão, contabiliza mais de 300 shows. Já se apresentou duas vezes no Brasil, com participações no Sofar Sounds, Record, entre outras apresentações e parcerias com artistas locais. Há um ano e meio, lançou seu álbum de estreia, Love Knuckles Peace Dove, com dez faixas transbordando paixão e confiança. Agora, está no processo de composição de seu sucessor, “White Night Black Out”, previsto para o segundo semestre de 2017.

 

 

DIA SEMANA HORA ATRAÇAO INGRESSO
01/07 SABADO 17H ADAM EVALD R$6,00 / R$3,00
08/07 SABADO 17H RENATO BANDEIRA E SOM DE MADEIRA R$6,00 / R$3,00
15/07 SABADO 17H VITOR BRAUER E JONATHAN TADEU R$6,00 / R$3,00
22/07 SABADO 17H TERRY HARMONICA BEAN R$6,00 / R$3,00
29/07 SABADO 17H FELIPE S. R$ 6,00 / R$ 3,00

 

 

RENATO BANDEIRA E SOM DE MADEIRA – O grupo formado por Renato Bandeira (guitarra, violão e viola de 10 cordas), Augusto Silva (bateria), Hélio Silva (baixo) e Júlio César (acordeon) lançou em 2015 seu primeiro trabalho, chamado “De Ponta Cabeça”, com uma sonoridade debruçada sobre as raízes nordestinas. As melodias bem construídas, deliciosas de se ouvir são o símbolo do grupo, e a presença do jazz se percebe, inclusive pela influência da SpokFrevo Orquestra, com três dos integrantes sendo músicos titulares dela.

 

VITOR BRAUER E JONATHAN TADEU – Depois do sucesso da primeira turnê “Sem Sair na Rolling Stone” com a banda Lupe de Lupe em 2015, Jonathan Tadeu e Vitor Brauer agora apresentam seu show minimalista por todo o país.  Motivados pela vontade de fazer uma turnê com apresentações fora do convencional, os dois artistas da Geração Perdida de Minas Gerais desenvolveram um show apenas com guitarra e violão. O projeto tem como principal objetivo transportar as pessoas para dentro do universo lírico íntimo das canções de Jonathan e Vitor, que transitam entre lutas sociais, vitórias pessoais e sentimentos contrastantes.

 

TERRY HARMONICA BEAN – Nascido em Pontotoc, Mississipi, em 1961, Terry é filho de Eddie Bean, músico que chegou a tocar com B. B. King, mas que em função de ter uma grande família, com quatorze filhos, não pode seguir carreira. Terry aprendeu com seu pai o blues e a colher algodão, passando a auxiliá-lo, ao lado dos treze irmãos. Assim Terry começou a tocar guitarra e harmônica ainda criança e seu pai permitia que participasse nas house parties que promovia. Com décadas de experiência no Delta Blues, e também no Hill Country Blues, começou a tocar profissionalmente em 1988, e já tocou ao lado de importantes bluesman modernos, como Lonnie Pitchford, Willie Foster, R. L. Burnside e Big Jack Johnson, entre outros.

 

FELIPE S. – “Cabeça de Felipe” é o nome do primeiro disco solo de Felipe S., vocalista do Mombojó, que inaugurou 2017 com novo trabalho. O título do disco é o nome da tela do pai do cantor e compositor, o artista plástico pernambucano Maurício Silva, que o vocalista desenterrou do acervo familiar em busca de um título para seu primeiro álbum. À procura de uma obra que tinha sua mão impressa na tela quando ainda era menino, deparou-se com o quadro Cabeça de Felipe: “o nome do quadro virou o nome do disco e a obra virou a capa”, explica. O disco, produzido pelo próprio Felipe e gravado em casa, foi lançado no início de 2017 e tem participações de nomes como China, Vitor Araújo, Alessandra Leão, Tibério Azul, Leo Cavalcanti, entre outros.


Tags: show | festa | eventos | cantor |
Comentários