Por que migrar para o Sudeste pode não ser a melhor solução | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

A migração nordestina para a região Sudeste do Brasil faz parte da história do País. A estagnação econômica do Nordeste em relação às outras regiões, além dos períodos de seca que assolavam a população, determinaram o início do processo migratório.

migração, sudeste, unesp

Por que migrar para o Sudeste pode não ser a melhor solução

Publicado por: TVCARUARU
22/03/2017 09:24:59

A migração nordestina para a região Sudeste do Brasil faz parte da história do País. A estagnação econômica do Nordeste em relação às outras regiões, além dos períodos de seca que assolavam a população, determinaram o início do processo migratório, especialmente para São Paulo – em 2011, um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que 45,5% da população da Grande São Paulo era formada por imigrantes de outros estados.

 

Cláudio Bertolli Filho, professor da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp de Bauru, afirma que São Paulo era vista, pelos migrantes, como uma solução para uma vida melhor. No entanto, com o tempo, a falta de oportunidades, as condições da cidade e a qualidade de vida no local mostraram que a possibilidade de ascensão estava bem reduzida. “A decepção fez com que quem havia vindo do Nordeste repensasse a decisão, e optasse, muitas vezes, para voltar para seu local de origem”.

 

E, realmente, à medida em que as condições de vida foram melhorando no Nordeste, foi possível observar uma mudança no fluxo migratório do Brasil: nordestinos que viviam no Sudeste resolveram voltar para a sua terra, o que também despertou o interesse de profissionais da região Sudeste nas oportunidades de emprego e crescimento profissional nos estados nordestinos.

 

Se você mora no Nordeste, confira por que migrar para o Sudeste pode não ser a melhor solução:

 

BARREIRA CULTURAL

 

Cláudio diz que, para ele, as pessoas só abandonam sua casa e família quando não existem mais opções. Por isso, ele e Thobias consideram que o fator cultural pode ser muito difícil na hora de mudar de região.

 

“Como os nordestinos têm ciência das dificuldades em todas as regiões brasileiras, tendem a continuar em sua terra, pois pensam que se é para arriscar, que seja em um local que não demande tantas mudanças na vida pessoal”, afirma Cláudio. No entanto, algumas pessoas gostam de participar de intercâmbios culturais e aproveitariam as diferenças, caso decidissem migrar – é uma escolha pessoal, na qual é preciso estar preparado para os desafios.

 

QUALIDADE DE VIDA

 

São Paulo muitas vezes é interpretada pelos nordestinos como um local que propicia qualidade de vida, de acordo com Cláudio. No entanto, os resultados do IRBEM – Índice de Referência de Bem-Estar no Município – realizado pela Rede Nossa São Paulo, em parceria com o IBOPE –, revelaram que os paulistanos atribuem nota média de 3,7 de 10 para a qualidade de vida na cidade. Ou seja, o município está deixando a desejar no quesito.

 

Leia reportagem completa
http://noticias.universia.com.br/emprego/noticia/2017/03/16/1150630/migrar-sudeste-pode-melhor-solucao.html#

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar