Pesquisa revela que o marido é capaz de estressar a mulher muito mais do que os filhos | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Psicóloga comenta os dados da pesquisa e explica que pode haver muito mais por trás de apenas uma má vontade dos homens e muitos deles podem sofrer de uma síndrome psicológica 

marido, mulher, pesquisa, filhos, estresse, conflito

Pesquisa revela que o marido é capaz de estressar a mulher muito mais do que os filhos

Publicado por: TVCARUARU
02/12/2016 16:43:18

Psicóloga comenta os dados da pesquisa e explica que pode haver muito mais por trás de apenas uma má vontade dos homens e muitos deles podem sofrer de uma síndrome psicológica 

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos entrevistou 7.000 mães e concluiu que suas maiores queixas eram sobre seus maridos. Segundo 46% das mulheres entrevistadas eles geram 10 vezes mais estresse do que os filhos do casal. As reclamações variam entre não receberem ajuda em na casa, o que acaba por aumentar suas obrigações domésticas, às atitudes infantis dos homens, que também são um quesito de perturbação. As mulheres ainda afirmam que todos esses fatores não cumprem com suas expectativas e tornam o casamento frustrante e estressante.

 

A psicóloga Carla Ribeiro, especializada em saúde do Homem, comenta a pesquisa: “Homens que não auxiliam na casa e na educação dos filhos e deixam tudo na responsabilidade das esposas, podem sofrer da Síndrome de Peter Pan”, explica. “Embora não seja considerada uma doença psicológica real, a Síndrome de Peter Pan existe e acomete uma parte significativa dos homens”, completa a psicóloga.

 

Esta síndrome é caracterizada pela imaturidade psicológica e pelo narcisismo na fase adulta. “Geralmente é causada por uma conexão emocional excessiva e dependente entre o filho e a mãe, que não é quebrada na adolescência. A criança cresce dependendo da mãe para tudo, o que é normal, mas quando atinge a adolescência, se a mãe - e até mesmo o pai - não forem ensinando esse adolescente a serem autônomos, responsáveis aos poucos, ele entrará na fase adulta e passará essa dependência adiante. Ou seja, para a esposa”, afirma Carla.

 

Segundo a especialista, quando os homens desenvolvem a Síndrome de Peter Pan, não agem por mal, mas sim, por hábito. “Não é defendê-los ou aceitar, mas é simplesmente a forma como foram criados. Quando vão viver com outra mulher, este homem transfere a figura materna, para a esposa. Para homens que tiveram uma criação sem esta dependência, o rompimento emocional é natural quando atingem  a fase adulta. Quem é portador da síndrome, não”, argumenta.

 

De acordo com Carla, os sintomas da síndrome de Peter Pan, são: ansiedade, irresponsabilidade, comportamento infantil e imaturo e conflitos sexuais. “Além da dependência, uma educação totalmente permissiva é a principal causadora do sintoma da irresponsabilidade, que é refletida na criação dos filhos. O homem portador dessa síndrome tem muita dificuldade em colocar limites nos filhos quando fazem alguma coisa errada, porque não entende o erro, já que não teve esse limite, explica Carla.

 

Carla diz que, nesses casos, a melhor solução é o tratamento através da psicoterapia. “Esse método é direcionado ao autoconhecimento. Como é uma deficiência psicológica ocorrida ao longo da educação do homem, um dos sintomas da ansiedade é não estar satisfeito consigo mesmo. Quando isso ocorre, é porque a fase das descobertas, a adolescência, não foi devidamente aproveitada”, conclui.

 

Carla Ribeiro

Psicóloga Clínica e Hospitalar voltada para Saúde do Homem


Comentários