Em Pernambuco parar no trânsito gera lucro | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

CONGESTIONAMENTO: PERNAMBUCANOS DESCOBREM QUE FICAR PARADO NO TRÂNSITO PODE INJETAR R$ 24 MIL NA ECONOMIA POR CADA MOTORISTA RECIFE )14/10/2016) Da Assessoria - Usar o carro para deixar as crianças na escola, ir à academia, ao supermercado ou seguir pa...

publicidade, anunciar, tv, online, tv, via, internet, propaganda, marketing, digital, mídia, online, mídia, digital, tv, modacenter, dispositivos, móveis, smart, tv, computador, pc, smartphone, celular, notebook, provider, devices, telefone, móbiles, tabl

Em Pernambuco parar no trânsito gera lucro

Publicado por: Redação
14/10/2016 13:07:59

CONGESTIONAMENTO: PERNAMBUCANOS DESCOBREM QUE FICAR PARADO NO TRÂNSITO PODE INJETAR R$ 24 MIL NA ECONOMIA POR CADA MOTORISTA


RECIFE )14/10/2016) Da Assessoria - Usar o carro para deixar as crianças na escola, ir à academia, ao supermercado ou seguir para o trabalho. Essas são atividades corriqueiras, mas associadas a gastos (de tempo e de combustível). Agora, imagine se fosse possível rentabilizar esses percursos da vida comum.

 

Essa é a proposta da Carlicity, uma start-up comandada pelo empresário português Pedro Borges, que lançou hoje em Recife uma nova oportunidade de renda para os pernambucanos.

 

É o projeto do carro outdoor, do grupo Carlicity que ajuda a pessoa a ceder 40% da lataria do seu carro para a aplicação de adesivos dos possíveis anunciantes.

 

O negócio promete gerar uma renda extra de aproximadamente R$ 2 mil por mês para cada motorista, que recebe, em média R$ 1,50, por quilômetro rodado. O valor vai depender da campanha contratada

 

A proposta da empresa é transformar carros privados em outdoors ambulantes. Recife foi a cidade escolhida para a primeira campanha, tanto pela escolha do anunciante, quanto pela representatividade estratégica.


Usar o carro para deixar as crianças na escola, ir à academia, ao supermercado ou seguir para o trabalho. Essas são atividades corriqueiras, mas associadas a gastos (de tempo e de combustível). Agora, imagine se fosse possível rentabilizar esses percursos da vida comum.

 

Essa é a proposta da Carlicity, uma start-up comandada pelo empresário português Pedro Borges, que lançou hoje em Recife uma nova oportunidade de renda para os pernambucanos.

 

É o projeto do carro outdoor, do grupo Carlicity que ajuda a pessoa a ceder 40% da lataria do seu carro para a aplicação de adesivos dos possíveis anunciantes.

 

O negócio promete gerar uma renda extra de aproximadamente R$ 2 mil por mês para cada motorista, que recebe, em média R$ 1,50, por quilômetro rodado. O valor vai depender da campanha contratada

 

A proposta da empresa é transformar carros privados em outdoors ambulantes. Recife foi a cidade escolhida para a primeira campanha, tanto pela escolha do anunciante, quanto pela representatividade estratégica da cidade.

 

“O aumento da frota de veículos e o crescente desemprego potencializam o nosso modelo de negócio, que vai complementar a renda dos pernambucanos, injetando R$ 24 mil na economia local por cada motorista”, frisou o diretor da empresa, Pedro Borges.

 

Na Capital pernambucana já são 130 motoristas cadastrados na cidade e aproximadamente 200 em todo o Estado. Em todo o País, 30 mil motoristas já aderiram.


Para participar, o condutor faz um cadastramento gratuito no site da empresa

 

Os anunciantes escolhem os veículos pelas características que darão visibilidade à campanha e pelos locais de interesse, aqueles mais próximos ao público-alvo.

 

O motorista selecionado recebe um sistema de geoposicionamento (GPS), o qual permite o acompanhamento online do anunciante e segue a sua rotina normal de uso do veículo.

 

O processo de adesivação é feito em uma oficina indicada pela Carlicity, em aproximadamente uma hora, sem custos ao motorista.

 

Ao término da campanha, o adesivo é retirado e o executivo garante que não há danos ao veículo.

 

“Cerca de 80% do valor do contrato de anúncio vai para o motorista”, detalhou Borges, que é português e trabalhava com desenvolvimento de tecnologias antes de criar o negócio.

 

A meta é abocanhar 1% dos R$ 100 milhões movimentados com publicidade no Brasil todos os anos.

 

Após Recife, será a vez dos motoristas de Olinda, Caruaru e Petrolina a aderrirem as campanhas.

 

 

 

 

Compartilhar

Vídeos relacionados