Quais as diferenças de funcionamento entre uma rede de TV via Internet e tv aberta? | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Cada um na sua O funcionamento de uma rede de televisão via internet difere e muito de uma rede de tv aberta. TV online baseia-se no uso e aplicação de CDNs (Content Delivery Network ou Rede de Fornecimento de Conteúdo) um termo criado em fins da décad...

tv, online, webtv, digital, smartphone, smart, computador, celular, 3g, wi-fi, internet, radiodifusão

Quais as diferenças de funcionamento entre uma rede de TV via Internet e tv aberta?

Publicado por: TVCARUARU
31/05/2016 16:07:52

Cada um na sua


O funcionamento de uma rede de televisão via internet difere e muito de uma rede de tv aberta saiba agora estas diferenças. TV online baseia-se no uso de sofisticados softwares e aplicação de CDNs (Content Delivery Network ou Rede de Distribuição de Conteúdo) é uma rede global de servidores proxy em vários locais em todo o mundo, um termo criado em fins da década de 1990, para descrever um sistema de computadores interligados em rede através da Internet, que cooperam de modo transparente para fornecer conteúdo (particularmente grandes conteúdos de mídia) a usuários finais. Portanto, é uma maneira de enviar conteúdo massivo para usuários sem ter problemas com performance. Possui servidores em diversas partes do planeta e nao apenas em um Data Center.


A rede TVABC funciona com tecnologias exclusivas e especificas para dois tipos de emissoras: 1) geradoras (otp - online television platform), e 2) retransmissoras (players) que apenas repetem o conteúdo transmitido pelas geradoras, para que o sinal alcance todas as pessoas dentro de uma área com cobertura 3G ou Wi-Fi. Sua audiência pode ser determinada e aferida com precisão do numero de pessoas, faixa etária, preferencias, horarios e lugares.


Embora sigam regras, normas brasileiras e padrões internacionais, esse tipo de tv não precisa de uma concessão da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para gerar e transmitir programação televisiva (Conteúdo).


Todas podem pertencer a uma só pessoa ou empresa, em geral ocupam pequenos espaços, quase tudo em um só lugar estudio, edição etc. Atuam de forma independente, por exemplo, a TVSANTACRUZ.com é uma OTP e gera, inclusive, conteúdo local, transmite ao vivo ou por demanda, notícias etc. Já a TVTORITAMA.com é uma retransmissora (player) não gera programação local e transmite um conteúdo determinado, no caso, o programa "Show das Feiras" da TVSHOPSHOW.com.

 

A Rede TVABC possui 165 emissoras retransmissoras, a meta é alcançar 200 até fins de 2016, das quais, quatro são geradoras. Cada retransmissora da rede contempla o nome de uma determinada região ou cidade onde atua e tem presença distinta nas redes sociais ex.: facebook.com/tvcaruaru cujo publico é predominantemente de Caruaruenses, facebook.com/TVShopShow ou youtube.com/tvshopshow onde há uma forte simpatia dos baianos e assim por diante.


Independente de todas as retransmissoras da rede possuirem dominios próprios e globais, neste caso, a cultura bairrista, das pessoas que defendam com vigor sua terra natal, tratando por vezes com desdém os outros lugares é levada a sério . A programação da tv via internet, em geral de curta duração, pode ser vista apenas em aparelhos conectados (Smart TV, computadores, notebooks, tablets e Smartphones) 24 horas por dia em qualquer parte do mundo.

 

O sistema de uma rede de televisão aberta é mais complexo, requer equipamentos de precisão, mão de obra especializada e por isso tem seus custos muito elevados. Baseia-se na divisão de tarefas entre três tipos de estação: geradoras, afiliadas e retransmissoras. Todas precisam de uma concessão da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) antenas de grande porte locação de satelites para gerar e transmitir programação televisiva, embora, em geral, somente as primeiras sejam de propriedade das grandes emissoras (Globo, SBT, Bandeirantes, Record etc.).


Afiliadas e retransmissoras são empresas independentes que, depois de receber a concessão, associam-se a uma emissora para levar a programação dela a locais onde o sinal das geradoras não chega, sem levar em conta a dificuldade em produzir seus proprios conteúdos. Algumas emissoras têm apenas uma geradora, onde é produzido todo o conteúdo de caráter nacional (as novelas e os principais telejornais, por exemplo).


Outras têm mais de uma geradora e dividem a produção dos programas nacionais entre elas. As regiões que contam com geradoras recebem o sinal direto delas, mas, para chegar mais longe, o sinal é mandado para um satélite, que  o rebate para as afiliadas. Elas pegam a programação nacional via parabólicas, acrescentam alguns programas produzidos por elas e transmitem esse novo sinal para as casas da sua região e para as estações retransmissoras, que não produzem nenhum programa, mas levam mais longe a programação das afiliadas.

 

A TV aberta so pode ser vista (sintonizada) numa determinada região por aparelhos receptores de tv via antenas comuns ou parabolicas  e o controle de sua audiência é imprevisível.. A programação de SP não pode ser vista em Manaus e vice versa exceto em rede.

 

 

Mike Nelson

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados