Mais um radialista é assassinado no Brasil | TVCARUARU.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Israel Gonçalves Silva foi morto no último dia 10 com quatro tiros em Lagoa de Itaenga, em Pernambuco A ARTIGO 19 condena o assassinato do radialista Israel Gonçalves Silva (foto), ocorrido no último 10 de novembro na cidade de Lagoa de Itaenga, em Per...

radialista, artigo19, pernambuco, assassinato

Mais um radialista é assassinado no Brasil

Publicado por: TVCARUARU
16/11/2015 19:21:43

Israel Gonçalves Silva foi morto no último dia 10 com quatro tiros em Lagoa de Itaenga, em Pernambuco


A ARTIGO 19 condena o assassinato do radialista Israel Gonçalves Silva (foto), ocorrido no último 10 de novembro na cidade de Lagoa de Itaenga, em Pernambuco. Segundo informações do 12º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, Israel estava em um estabelecimento comercial quando recebeu quatro tiros de um homem que havia chegado ao local junto com o comparsa em uma moto. Na sequência, a dupla fugiu sem roubar nada.

 

Israel trabalhava na rádio comunitária Itaenga FM apresentando o "Microfone Aberto", um programa de notícias sobre política da região com espaço para denúncias e reivindicações de ouvintes. O radialista trabalhava também como correspondente para o portal “A Voz de Vitória”.

 

De acordo com colegas e familiares ouvidos pela ARTIGO 19, Israel tinha um histórico de recebimento de ameaças e intimidações, já tendo registrado um boletim de ocorrência em razão disso.

 

A morte do radialista se insere em uma preocupante estatística que tem sido registrada em 2015, com um elevado número de homicídios de comunicadores. Apenas no primeiro semestre deste ano, quatro comunicadores (um jornalista e três radialistas) foram assassinados em decorrência de suas atividades, segundo apuração da ARTIGO 19. Outros quatro casos de homicídio ainda estão sendo apurados, mas ao que tudo indica o nexo causal entre crime e a profissão deve se confirmar.

 

A situação de radialistas da região do Nordeste, como a de Israel, é especialmente alarmante. Vale lembrar os casos dos radialistas José Patrício de Oliveira e Gleydison Carvalho, que também foram assassinados neste ano, no Ceará. Já o radialista Djalma dos Santos foi assassinado na Bahia após ter recebido diversas ameaças de morte. Em todos os casos, há suspeitas concretas de que as vítimas foram assassinadas em razão do seu exercício profissional.

 

A ARTIGO 19 considera que as autoridades brasileiras devem dar uma resposta rápida e eficaz quando um comunicador começa a ser ameaçado de modo a diminuir as chances de que essas ameaças se desdobrem em uma ação violenta ainda mais grave. Segundo levantamento feito pela entidade, 67% das vítimas de homicídio e de tentativas de assassinato já haviam recebido ameaças e sofrido algum tipo de violação anterior.

 

Diante desse contexto, é essencial que o Estado brasileiro, em nível federal e estadual, ofereça medidas adequadas de prevenção e de proteção a comunicadores, buscando garantir um ambiente mais seguro para o exercício da comunicação no Brasil.

 

Fonte: ARTIGO 19


Comentários